11° Prêmio Graphprint

O 11° Prêmio Graphprint teve neste ano a colaboração da WG Papéis para o seu desenvolvimento. Saiba da importância deste evento tanto para a empresa quanto para o mercado gráfico.

Contando com a presença de 350 pessoas, o evento considerou 23 categorias de fornecedores, seis personalidades (Fornecedor; Dirigente; Produção; Vendas; Marketing e Atendimento ao Cliente), além de destacar as melhores gráficas em cinco segmentos: Digital; Editorial Plana e Rotativa; Embalagens e Promocional.

Após o jantar, o público pôde dançar ao som da banda Havana Brasil que foi patrocinada pela WG Papéis.

Feira Drupa – Düsseldorf

Feira Drupa – Düsseldorf,  Alemanha
de 03 a 16 de Maio de 2012

A Feira Drupa, em Düsseldorf, é especializada em Composição tipográfica, produção de moldes de impressão, equipamentos para artes gráficas, máquinas de impressão, acabamento tipográfico, máquinas de encadernação, tintas de impressão, transformação de papel, industria do papel.

Pela primeira vez a WG Papéis participará da maior feira de indústria gráfica do mundo, onde estará mostrando seus produtos e consequentemente trazendo novidades para o mercado brasileiro. Aguardem!

Sobre Certificação FSC

Ao final da palestra sobre Certificação FSC promovida pela WG Papéis, no dia 11 de maio, em são Paul,o alguns participantes formularam perguntas, as quais foram prontamente respondidas pela especialista no assunto, consultora engenheira florestal Fernanda Scheffer, da empresa Essência Florestal. Compartilhamos as questões e respostas, na expectativa de cooperar com outros interessados pelo assunto. Comente as respostas e coloque em discussão suas dúvidas.

 1-    Quando a embalagem é certificado e acondiciona um produto também certificado devem ser impressos dois selos para orientação do consumidor?  Caso seja o bastante uma impressão, o consumidor entenderá que tanto o produto quanto a embalagem são certificados?

 Resposta –  Quando uma embalagem é certificada e o conteúdo não, a
gráfica responsável pela produção da embalagem deve especificar
abaixo do logotipo FSC que apenas o papel da embalagem é certificado.
Por exemplo: “O papel desta embalagem foi produzido com madeira
proveniente de florestas bem manejadas”. Infelizmente os consumidores
não prestam atenção nas mensagens contidas nos logotipos, pois muitas
vezes a frase está escrita com letras pequenas.
 
2 – Como ter certeza da veracidade do selo impresso na embalagem?

 Resposta: É possível observar nos logotipos FSC um número, que
corresponde ao número do certificado da empresa que produziu o
produto. Então, basta acessar o site www.info.fsc.org e digitar no
campo “number” o número do certificado. Após digitado, é necessário
clicar no botão “search”. Se a empresa for certificada, aparecerá seu
nome na tela e constará se o certificado é válido.
 
3- Durante o processo de certificação de uma gráfica, também os fornecedores de papel são visitados pelos auditores. Por qual razão assim se procede? Os fornecedores também passam por treinamento, assim como os funcionários da empresa? Um fornecedor que não tenha procedimentos de acordo com as exigências da certificadora pode inviabilizar a certificação de uma gráfica?

 Resposta – Durante a auditoria da gráfica é possível que os auditores
visitem as empresas prestadoras de serviço, como acabamentos e bureau
para avaliar o risco de mistura de papel certificado com papel não
certificado, conhecimento dos colaboradores frente aos procedimentos
do FSC, garantia de não utilizar o logotipo FSC por parte do
prestador de serviço, etc. Porém, o auditor não pode visitar o
fornecedor de papel, pois, se a empresa compra papel certificado,
então, esse fornecedor de papel já passa anualmente por auditorias das
certificadoras.

4 – Existe anualmente uma Assembléia Geral do FSC nos diversos países. Esta reunião tem por objetivo discutir os rumos da certificação, acolhendo sugestões para melhorar o processo; são discutidos diversos aspectos relacionados à certificação. Na última, realizada no Brasil em 201o, percebeu-se que a presença de gráficos neste encontro foi nula, embora lá estivessem diversos outros segmentos representados. O que pode levar o gráfico a ausentar-se dessa reunião e por que deveria marcar presença?

Resposta –   O segmento gráfico ainda não percebeu que representa a
maioria das empresas certificadas no Brasil e que tem uma grande influência e importância na Cadeia de Custódia do FSC. Se as gráficas se unissem
e pressionassem o FSC, com certeza muitas melhorias poderiam surgir.
Infelizmente os gráficos pensam que somente o fabricante de celulose
e papel é que deve se envolver em reuniões do FSC e deixa de participar de
decisões estratégicas no contexto da certificação.  

5 – Como ter acesso às normas que orientam sobre a Certificação FSC?

 Resposta – As normas podem ser encontradas gratuitamente no site do
FSC e outros sites, como o da Essência Florestal
http://www.essenciaflorestal.com/download.php . A norma principal da
Cadeia de Custódia é FSC-STD-40-004 e dependendo do escopo da
certificação é necessário adicionar mais normas.
 

6 – Analisando diversas reproduções do Selo FSC, nota-se que falta um padrão na reprodução do logotipo. Existe uma norma para uso do Selo? Isso ajudaria a combater o uso fraudulento do selo?

Resposta –  Todos os logotipos do FSC devem seguir a norma
FSC-STD-50-001 V1-2, para que não perca a identidade visual da marca FSC. E para cada impressão de um logotipo FSC, a gráfica precisa de uma autorização da certificadora, justamente para evitar que as empresas façam a má utilização do logotipo. Para identificar se um logotipo é verdadeiro ou não, podemos digitar o número do logotipo FSC do produto no site  <http://www.info.fsc.org e verificar se a gráfica que fez o impresso tem um certificado válido.  

7 -. Quando se fala sobre Cadeia de Custódia, a certificação chega até o consumidor final, por exemplo, um Banco?

 Resposta – A certificação FSC de Cadeia de Custódia trata basicamente
da rastreabilidade da matéria-prima florestal, desde a floresta até o
produtor final. Para que uma empresa seja certificada pelo FSC Cadeia
de Custódia, deve comprar e vender matéria-prima florestal.
Logo conclui-se que o consumidor final só compra um produto e não
vende, nesse caso ele está isento de ter a certificação, já que na
auditoria verifica-se pela nota fiscal de compra a quantidade adquirida
de matéria-prima e a quantidade vendida de produto. Esse número deve
ser menor ou igual à quantidade comprada de material certificado. Um
exemplo prático: uma gráfica compra papel em branco (produto de
origem florestal) e vende envelopes para depósito bancário (produto
de origem florestal). Se tem entrada e saída de produto, a gráfica
precisa ter o certificado para garantir que compra mais papel
certificado do que vende envelope certificado. O Banco apenas
compra o envelope para consumo próprio e não precisa da certificação; portanto, se não há venda de produto certificado, o banco está dispensado de ter a certificação FSC.  

8 – A certificação compreende todos os tipos de papéis?

Resposta – Qualquer papel pode ser certificado, desde que o fabricante
seja certificado e utilize madeira certificada. Hoje temos uma linha
bem variada de papéis certificados como offset, couché, cartão,
papelão, adesivo, jornal, papéis especiais, etc. Existe um papel
chamado “papel-pedra”. Nesse caso o papel utiliza componentes
minerais e não a madeira como fonte de matéria-prima. Este papel não
é certificado pelo FSC, já que o FSC é um selo de origem florestal.
 
9 – No caso do gráfico, todo o serviço impresso em papel certificado deve ser auditado?

Resposta – Sim, a gráfica deve disponibilizar para o auditor todas as
ordens de serviço impressas em papel certificado e o auditor faz uma
amostragem e escolhe qual será auditada.

10 – Posso ter papel FSC em estoque?

Resposta –    Sim. Normalmente as gráficas não possuem papel certificado em estoque, pois a compra é casada. Mas se a gráfica quiser fazer
estoque de papel certificado é necessário controlar rigorosamente as
entradas e saídas do estoque.

Certificação FSC.

O QUE É?

O FSC (Forest Stewardship Council) é uma organização não governamental, independente e sem fins lucrativos, reconhecida como uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) e com cadastro no CNEA (Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas).

QUAL A MISSÃO?

É difundir e facilitar o bom manejo das florestas conforme princípios e critérios que confirmam a preservação da natureza, benefícios sociais e a viabilidade econômica.

MANEJO FLORESTAL

Possuindo o selo verde mais reconhecido no mundo, o FSC atesta a origem da matéria prima florestal em um produto, garantindo assim que a empresa ou comunidade maneje a floresta de acordo com regras ambientalmente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis.

CADEIA DE CUSTÓDIA

É o segundo tipo de certificação promovida pelo FSC. Aplica-se a fábricas e distribuidores de papel, garantindo a rastreabilidade do produto.

O SELO PARA A INDÚSTRIA GRÁFICA

Atualmente para a indústria gráfica é um dos pontos mais marcantes e essenciais, pois demonstra para seus clientes uma empresa responsável com o meio ambiente. As gráficas são o último participante da Cadeia de Custódia (COC) do FSC.
O primeiro passo para a certificação é a implantação da Norma FSC-STD 40-004.
Maiores informações entre em contato com a WG Papéis.