Nóticias do Papel

Indústria de árvores plantadas é uma das saídas para Brasil cumprir metas para a Biodiversidade

Às vésperas de completar o prazo do acordo para reduzir os impactos da perda de biodiversidade, Brasil intensifica ações para uso sustentável da área de serviços ecossistêmicos para florestas.

O assunto será abordado em Fórum Nacional de Sustentabilidade e Governança.

Há 8 anos, durante a 10ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (COP-10), realizada em Nagoia, província de Aichi, Japão, foi aprovado o Plano Estratégico de Biodiversidade para o período de 2011 a 2020.

Foram estabelecidas 20 proposições denominadas de Metas de Aichi para a Biodiversidade, voltadas à redução da perda da biodiversidade em âmbito mundial.

O Brasil é um dos signatários, junto a outros 192 países, que se comprometeram a trabalhar para implementá-las até 2020.

São cinco os grandes objetivos estratégicos das Metas:

  • tratar das causas fundamentais de perda de biodiversidade,
  • fazendo com que as preocupações com a biodiversidade permeiem governo e sociedade;
  • reduzir as pressões diretas sobre a biodiversidade e promover o uso sustentável;
  • melhorar a situação da biodiversidade, protegendo ecossistemas, espécies e diversidade genética;
  • aumentar os benefícios de biodiversidade e serviços ecossistêmicos para todos;
  • e aumentar a implantação, por meio de planejamento participativo, da gestão de conhecimento e capacitação.

Neste contexto, ressalta-se um nicho que visa contribuir para a conservação, e também para alimentar a cadeia produtiva de consumo: a indústria de árvores plantadas.

A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) reúne, desde 2014, 60 empresas e nove entidades de produtos originários do cultivo de árvores plantadas, com destaque para painéis de madeira, pisos laminados, celulose, papel, florestas energéticas e biomassa, além dos produtores independentes de árvores plantadas e investidores financeiros.

Plantadas para evitar a pressão e degradação de ecossistemas naturais, as florestas energéticas contribuem para o fornecimento de biomassa florestal, lenha e carvão de origem vegetal.

Além das funções produtivas, os plantios de árvores desempenham importante papel na prestação de serviços ambientais: evitam o desmatamento de hábitats naturais, protegendo assim a biodiversidade; preservam o solo e as nascentes de rios; recuperam áreas degradadas; são fontes de energia renovável e contribuem para a redução das emissões de gases causadores do efeito estufa.

Nos dias 21 e 22 de agosto, a 7ª edição do Fórum Sustentabilidade e Governança, promovido pela STCP Engenharia de Projetos em parceria com a Milano Consultoria e Planejamento, trará uma rica discussão sobre a temática as “Estratégias que impactam negócios e norteiam o amanhã”.

Elizabeth de Carvalhaes, presidente-executiva da Ibá, apresentará o case “Serviços ecossistêmicos providos pelas florestas”, permitindo que a sociedade esteja mais próxima desta nova relação entre biodiversidade e economia.

“Para a Ibá estar presente no Fórum é de extrema importância. A indústria florestal é case de sucesso em práticas sustentáveis e não deixa de batalhar para que seus serviços e produtos sejam valorizados e reconhecidos, ainda mais neste cenário de grandes mudanças mundiais pelo qual passamos”, ressalta Elizabeth

A instituição também trabalha para interação entre empresas, ONGs, institutos de pesquisa e outros agentes que possam atuar no segmento.

“É um modelo de governança cooperativa, que gera impactos muito positivos para o setor privado e para a sociedade. Podemos destacar que nosso setor, em 2017, investiu R$ 497 milhões em programas socioambientais, que beneficiaram 1,2 milhão de pessoas. A indústria de base florestal foi responsável por cerca de 3,7 milhões de empregos diretos, indiretos e resultantes do efeito renda”, conclui Elizabeth.

Realizadores

A STCP Engenharia de Projetos, empresa de consultoria, engenharia e gerenciamento fundada há 37 anos, é pioneira no Brasil em atuar de forma integrada e eficiente em diferentes áreas relacionadas ao meio ambiente, desenvolvimento regional, infraestrutura, florestas e desenvolvimento sustentável.

Milano Consultoria e Planejamento é uma empresa de consultoria voltada exclusivamente para projetos estratégicos nos campos da sustentabilidade, da responsabilidade social corporativa e investimento social privado, com geração de conhecimento e conteúdo pela inovação.

Fórum Sustentabilidade & Governança

  • 21 e 22 de agosto
  • Auditório da FAE – Curitiba/PR
  • Inscrições: www.sustentabilidadegovernanca.com.br
  • E-mail: forum@stcp.com.br
  • Mais informações: (41) 3079-2718 / 3079-2719.

 

Fonte: Celulose Online

CONTATO

SP | RJ | ES

SAIBA MAIS

PARCERIA

IBEMA

SAIBA MAIS

CLASSIFICADOS

WG

SAIBA MAIS

CONTATOS

MAPA DO SITE